24 anos - Esporte é fazer amigos


Paixão eterna: quando nem a morte afasta torcedor e time de coração

27/01/2011 16:21

"Para o meu marido John, no nosso vigésimo-quinto aniversário de casamento, que traz de volta grandes lembranças de momentos que tivemos juntos e que ficarão para sempre. Com amor, Lynn"

Ao lado de uma pequena cruz, o bilhete deixado próximo ao gramado de Goodison Park mescla as saudades que uma mulher sente de seu falecido marido e a paixão dele pelo clube. No estádio do Everton, em Liverpool, muitos torcedores foram atendidos no pedido final: ficar para sempre na casa do time de coração.

São várias plaquinhas ao redor de todo o campo com os nomes desses fãs e suas datas de nascimento e morte. Todas fixadas ao lado do gramado da centenária casa dos Toffes. Pessoas que foram cremadas e tiveram suas cinzas jogadas ali, uma maneira de, espiritualmente, permanecerem no lugar onde viveram grandes momentos, de alegria e de tristeza, ao lado do time de fé, dos amigos, da família, e no caso de John, com Lynn, sua mulher.



E este post é dedicado a todos aqueles que amam os seus times, amam o futebol, e levam essa paixão com eles para a eternidade.

Mensagem de Lynn para John: torcedores cremados tiveram cinzas jogadas no estádio

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!